29 de abr de 2009

Nossos olhares

Quando cruzamos os nossos olhares pela primeira vez foi desejo e interesse.
Ficamos nos olhando e nos contemplando.
Cruzamos os nossos olhares em forma de questionamento.
Quem era você? Assim pensei com o meu olhar.
Quem era tu? E assim você pensou.
Foi assim que tudo começou através de um olhar.

Um dia o amor nasceu, cresceu e andou.
Nossos olhares mudaram: brilho, luz e vida.
Era o amor em sua nova face.
E o amor que pede versos, poemas e palavras.
Foi proclamado com nossos olhares.

O teu olhar para mim muitas vezes reflete
o sentimento dos nossos corações.
O amor sorri nos teus olhos...O amor sorri nos meu olhos.
Mas já aprendemos muito com nossos olhares.

Algumas vezes nossos olhares se tornam ferro e fogo.
Ficamos com os olhos explodindo em chamas
e na mente um amontoado de palavras.
Embora saibamos que são apenas os nossos olhares.
Nos ferindo com as palavras que as vezes
não podem ser proferidas.

É quando olhamos um para outro e vejo o seu olhar
piscando para mim no cruzar dos nossos olhares.
Vejo o prenúncio da paz.
Nesse encontro de olhares que nossas almas se unem.
E o amor transborda no olhar.

Hoje o meu o corpo só vibra com o seu olhar.
O que seria o meu corpo sem o seu olhar
para me contemplar?
O que seria o meu corpo quando estou em outros
braços sem você para me admirar?

É nesse momentos de pura luxúria
Que nossos olhares se encontram
e vivem em cada esquina que a sensualidade
transborda.
Nossos olhares registram o nosso amor em todas
as suas Faces.

Por Deusa

27 de abr de 2009

Concurso erótico enrustido


Estamos participando do concurso do delicioso Blog "Erotico enrustido" , essa é uma das nossas fotos, mas tem mais cinco, ainda não foram postadas mas em breve estaremos la, ou melhor a Deusinha estará rrs.

Convidamos os amigos para dar um olhadinha e se desejarem participar seria delicioso, maiores informaçoes no blog da L. http://eroticoenrustido.blogspot.com


Mimo delicioso

Ganhei esse lindo selinho dos amigos do delicioso Blog Degusta do casal que se ama

Esse delicioso blog é pra se degustar com gosto e prazer, recomendo a todos

http://cslqseama.blogspot.com

Grato queridos adorei a idéia e o delicioso presente, amei o mimo, demais.

25 de abr de 2009

Espaço Musical - Westlife



Seasons In The Sun (tradução)

Estações ao sol

Adeus meu querido amigo
Nós nos conhecemos desde que
Tínhamos nove ou dez anos
Juntos nós escalamos colinas e árvores
Aprendemos sobre o amor e o alfabeto
Esfolamos nossos corações e
Esfolamos nossos joelhos

Adeus meu amigo é duro morrer
Quando todos os pássaros estão cantando
No céu
Agora que a primavera está no ar
Garotas bonitas estão por toda parte
Pense em mim e eu estarei lá

Nós aproveitamos, nós nos divertimos
Nós tivemos estações ao sol
Mas as colinas que escalamos eram
Apenas estações fora de hora

Adeus papai por favor reze por mim
Eu era a ovelha negra da família
Você tentou me ensinar o que era certo
E o que era errado
Muito vinho e muita música
Imagino como eu me dei bem

Adeus papai é duro morrer
Quando todos os pássaros estão cantando
No céu
Agora que a primavera está no ar
Criancinhas estão por toda parte
Quando você as ver eu estarei lá

Nós aproveitamos, nós nos divertimos
Nós tivemos estações ao sol
Mas o vinho e a música assim como
As estações, todas se foram

Adeus Michelle, minha pequena
Você me deu amor e me ajudou
A encontrar o sol
E toda vez que eu estava triste
Você sempre vinha colocar
Meus pé de volta no chão

Adeus Michelle é duro morrer
Quando todos os pássaros estão cantando
No céu
Agora que a primavera está no ar
Com as flores por toda parte
Eu queria que nós dois pudéssemos estar lá

Nós aproveitamos, nós nos divertimos
Nós tivemos estações ao sol
Mas as colinas que escalamos eram
Apenas estações fora de hora

Nós aproveitamos, nós nos divertimos
Nós tivemos estações ao sol
Mas o vinho e a música assim como
As estações, todas se foram


Simplesmente o Tempo


Sempre é tempo... tempo de se emocionar, de sorrir, de chorar, de lembrar das coisas do passado, de planejar o futuro ou de viver a vida simplesmente.

Sempre é tempo...de se encantar com o nascer de um lindo dia de sol ou se emocionar com entardecer de uma tarde enluarada.

Sempre é tempo... de abrir a janela, de lembrar da juventude, de um tempo que não voltará jamais, de lembrar dos amigos que se foram, que o tempo levou para um lugar qualquer.

Sempre é tempo... para viver tudo na plenitude, sem deixar a vida passar por nós simplesmente.

Sempre é tempo... de acertar, errar, aprender e ensinar, se transformar e mudar de postura.

Sempre é tempo... de nos darmos o tempo necessário para sermos aquilo que queremos ser ou para que nossos sonhos e planos se realizem.

Sempre é tempo... para sermos literalmente felizes, hoje, agora, e sempre.

Afinal o tempo é simplesmente o tempo.


21 de abr de 2009

Você julga um livro pela capa?

Não há como se emocionar, derramar uma lágrima no rosto e ao mesmo tempo brotar um lindo sorriso nos lábios ao ver este vídeo.

19 de abr de 2009

Quando eu chegar...assim


Quando eu chegar
todo manhoso com um olhar diferente e nos seus braços me alinhar,
estarei te pedindo um beijo,
nada mais

Quando eu chegar
feito um menino perdido e de mansinho deitar aos seus pés,
estarei lhe pedindo meu porto seguro,
nada mais

Quando eu chegar
sussurrando bem baixinho no seu ouvido, palavras indecentes e safadinhas
estarei lhe pedindo toda a malicia da mulher,
nada mais

Quando eu chegar
lhe dando um beijo suave e doce e deitar a cabeça no seu colo
estarei lhe pedindo seus carinhos,
nada mais

Mas quando eu chegar
assanhado, safado e te olhar com desejo,
estarei apenas pedindo para que deixe aflorar seus sentidos

Que me deixe tocar seu corpo,
com toques indecentes te aflorando os sentidos
fazendo sua pele arrepiar


Que me deixe sentir a sua buceta umida
ao sentir minha lingua molhadinha
ir desbravando toda a rota até seu anús

E nele me fixar
e te levar ao delirio entre gemidos e delirios
te contorcendo de prazer

Depois te cavalgar de forma atrevida
e penetrar fundo seu corpo ao sentir abrir-se
as minhas estocadas ritmadas e violentas

E nesse compasso, passo a saborear seu gozo
e nesse instante passo a te consumir de forma lenta
esperando sua respiração se acalmar

quando eu chegar assim
estarei apenas lhe mostrando como e quanto é
gostoso te amar.

Kleiton

17 de abr de 2009

A Bula do Homem


Indicações:

Homem é recomendado para mulheres portadoras de SMS (Síndrome da Mulher Sozinha). Homem é eficaz no controle do desânimo, da ansiedade, irritabilidade, mau-humor, insônia, etc.

Posologia e Modo de Usar:

Homem deve ser usado três vezes por semana. Não desaparecendo os sintomas, aumente a dosagem ou procure outro. Homem é apropriado para uso externo ou interno, dependendo da necessidade da mulher.

Precauções:

Mantenha longe do alcance de amigas (vizinhas solitárias, loiras e/ou morenas sorridentes, etc.). Manuseie com cuidado, pois Homem explode sob pressão, principalmente quando associado a álcool etílico. É desaconselhável o uso, imediatamente após as refeições.

Apresentação:

Mini, Max, Super, Mega, Plus ou Super Mega Max Plus (ui!!!).

Conduta na Overdose:

O uso excessivo de Homem pode produzir dores abdominais, entorses, contraturas lombares, assim como ardor na região pélvica. Recomenda-se banho de assento, repouso, e contar vantagem para a melhor amiga!

Efeitos Colaterais:

O uso inadequado de Homem pode acarretar gravidez e acessos de ciúmes. O uso concomitante de produtos da mesma espécie pode causar enjôo e fadiga crônica.

Prazo de Validade:

O número do lote e a data de fabricação encontram-se na cédula de identidade e no cartão de crédito.




Composição:

Água, tecidos orgânicos, ferro e vitaminas do Complexo “P”.

Atenção:

Não contém CIMANCOL. Cuidado!!! Existem no mercado algumas marcas falsificadas, a embalagem é de excelente qualidade, mas quando desembrulhado, verifica-se que não fará efeito nenhum, muito pelo contrário, o efeito é totalmente oposto, ou seja, além de não serem eficazes no tratamento podem agravar os sintomas.

Instruções Para O Perfeito Funcionamento De Um Homem:

1. Ao abrir a embalagem, faça uma cara neutra, não se mostre muito empolgada com o produto. Se ficar muito seguro de si, o Homem não funciona muito bem, vive dando defeito.

2. Guarde em lugar fresco (fedorento não dá) e seguro (pois é frágil).

3. deixe fora do alcance de amigas...

4. Para ligar basta uns beijinhos no pescoço pela manhã; para desligar basta uma noite de sexo, ele dorme como uma pedra e nem dá boa noite (falta de educação é defeito de fábrica).

5. Programe-o para assinar talões de cheque sem reclamar.

6. Carregue as baterias três vezes por dia: café, almoço e jantar (Mais que isso provoca pneuzinhos indesejáveis).

7. Em caso de defeito, algumas táticas costumam dar certo: esconda o controle remoto da televisão. Se a falha insistir, corte o futebol com os amigos no final de semana e o chopp. Se o problema persistir, a única maneira é fazer greve de SEXO.

Atenção:

Homem não tem garantia de fábrica e todas as espécies são sujeitas a defeitos. A solução é ir trocando até que se ache o modelo ideal, contudo, recentes pesquisas informam: não foi INVENTADO ainda!!


PS: Por minha conta meninas rs,


Nunca se esqueçam Homem é tudo igual só muda o tamanho do pau kkk!


13 de abr de 2009

Uma páscoa na casa de duas coelhinhas

Eu também juro que dessa vez não tive culpa, rs, como Deusinha disse que era pra ficar comportadinho, eu fiquei... e como um bom menino que sou, apenas fiquei conversando sobre as peripécias das meninas, mas... papo vai... papo vem, Deusinha comenta de um chicotinho novo, bastou pra atiçar a curiosidade das meninas, rs.

E como detesto ver amigas passando vontade, fui buscar o arsenal no carro, mal retorno minha Deusa que é muito generosa, já se propõe mostrar a sensação que cada um provoca, primeiro na Pamela, que estava se gabando que estava se superando a cada dia, mas não foi bem isso que vi, rs, gritinhos, alguns nossa como esse doe e umas fugidas básicas, rs.

Como o barulho era alto resolvemos ir para o quarto, logo Deusa se empolga tira a roupa de Pamela, enquanto eu e Dany ficamos assistindo a cena, o ambiente começa a esquentar, Dany também se propõe a experimentar enquanto fico alisando a bunda da Pamela vendo as deliciosas marquinhas.

Já não dava mais pra ficar comportadinho, aliás ninguém estava mais conseguindo mesmo, rs, aproveito e divido a cena com a Deusa, logo Dany pede para parar, pergunto se posso "cuidar' da Deusa um pouquinho e com consentimento da dona da casa, fazemos um cena, pego um pouco pesado, devido o tempo que não brincamos, pergunto se quer parar, ela me responde, com um delicioso e meigo ... não sei amor... e uma carinha de tesão linda.

Saio da cena excitado, e após dizer... poxa primeira vez que vou abater e não comer ninguém, sou surpreendido com um fiquem a vontade, nós vamos ficar só olhando, logo elas com a maior boa vontade retiram todos os brinquedos da cama, enquanto Deusa fica reclamando e "discutindo" com elas que não iria fazer nada sozinha com elas somente olhando, mas quando ela percebe estou .

Jogo ela na cama e deito por cima dela, mesmo com alguns beijos,ela continua relutando e mesmo as meninas não sendo bi, peço uma pequena ajuda, Pamela se mostra tímida, mas Dany surpreende, traz um pedaço de gelo e começa a passar e chupar os seios da Deusa, pego um pedaço e começo a passar na sua buceta enquanto a chupo, sinto ela finalmente relaxar, arranco sua calcinha e começo a penetra-la, logo Pamela cria coragem e se junta a nós, enquanto Deusa e Dany se beijam... beijo a Pamela enquanto fodo minha Deusinha, ficamos alguns minutos revezando de bocas, quando de repente Dany ao ver a negativa da Pamela ao meu pedido para chupar a Deusa, diz... deixa eu experimentar isso ai ... gargalhas gerais, kkkkk.


Após recompor-nos das gargalhadas ponho Dany de 4 e começo a come-la, enquanto Deusa masturba e beija Pamela, a visão das duas é linda, vendo a excitação da Pamela saio de dentro da Dany e vou pra cima dela, mas ao ouvir Dany dizer pra Deusa...vem com a titia.... brochadas e gargalhadas gerais novamente, rs.

Prometo que na próxima levarei uma mordaça para Dany, rs.

Voltamos a brincar, dessa vez faço um fist em Pamela, Dany sempre desejou mas tinha receio, com incentivo de todos, ela me deixa tentar, foram os 5 dedos e uma parte da mão tamanha era a excitação dela, Deusinha não podia ficar de fora e pediu também um fist, ela começa a gemer muito alto, Dany tenta abafar o som, dizendo... menos Deusa, menos... como de nada adiantou ela veio com um menos vagabunda (Deusa nem da bola...se ela soubesse que ela detesta isso, rs) então em uma ultima tentativa ela tenta asfixiar Deusa com um travesseiro com um delicadeza de elefante, mais gargalhadas, rs.

Terminamos com o desejo delas em experimentarem novas aventuras ao nosso lado, vamos mostrar a elas um pouco do mundo do swing, menage, etc, isso ainda promete.



10 de abr de 2009

Denuncia Gravissima no Jornal da Hebe

Somos corpo e alma


Somos corpos e almas em absoluta união
em sintonia com os nossos desejos
guiados pela magia do amor
explodimos em gozo em jogos de sedução
Nosso prazer está no prazer do outro
nossa cumplicidade é nosso alimento
não reprimimos o prazer por amar
não deixamos que o amor nos aprisione
que seja eterno a liberdade desse amor

Kleiton

Palavras ditas pela alma de um artista "mudo"

Se matamos uma pessoa somos assassinos.

Se matamos milhões de homens, celebram-nos como heróis.

Charles Chaplin

6 de abr de 2009

Brincando no Drive-in


Postado por Deusa
Andar pelas ruas de São Paulo antigamente era uma tranquilidade. Até o tempo parecia a favor de quem habitava essa cidade. Existia tempo para tudo... Época em que as crianças podiam ficar na rua brincando até tarde e muito menos tínhamos esse trânsito que toma conta de nossas avenidas.

Os carros ainda eram novidades o bom mesmo era andar nos bondes sem a super lotação que temos hoje em dia, namorar significava andar de mãos dadas, passear pelas praças, se encostar em alguma árvore e com muita sorte beijar o rosto do ser amado.
Óbvio que existiam os casais mais afoitos em se tocarem, acariciarem e claro transar, mas para isso precisava de um espaço, um local apropriado.

Motel? Isso não existia no dicionário da época.
Hotel? Menos ainda!
Drive-in? Se mal existiam carros para passear muitos menos para transar!
As hospedarias eram para hóspedes, não para encontros amorosos de uma duas ou três horas!

Fico imaginando o fogo desses jovens dessa época e como era difícil de serem apagados. Gosto da nostalgia do período, mas alguns prazeres que tenho não iriam ser saciados nesta capital.

O prazer de transar em um
carro, de ficar dentro do mesmo namorando em alguma praça ou em alguma rua escura onde a única iluminação seja do brilho do olhar.


A adolescência nos proporciona muito isso viver correndo riscos. Gosto dos riscos das curvas dentro de um carro. Prazeres sem limites que nenhuma palavra poderia me fazer descrever.

Passei boa parte de 2008 comentando com o Kleiton o meu desejo de ir a um drive-in.
Mania de uma antiga frequentadora na adolescência. E cada vez que passamos por um comentava com ele sobre isso. Talvez nem ele mesmo imaginasse o quanto isso me deixava excitada, senão já teríamos ido há muito tempo.

Estávamos em uma rodovia de São Paulo no meio de um trânsito infernal, quando ele sugere a nossa ida ao drive-in, penso um pouco, olho o relógio, mas nem o respondo ele já tinha feito a curva. Entramos.

Eu e ele somos assim: duas pessoas que se completam. No fogo da paixão. Na vontade louca de amar. Nesse imenso prazer de viver nessa eterna aventura!
Mas essa aventura quem irá relatar será ele. -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

Postado por Kleiton

Vou busca-la no serviço para leva-la pra casa, no caminho vejo algumas mulheres semi nuas do outro lado da avenida, olho melhor e vejo que são travesti na entrada de um drive-in, Deusa varias vezes mencionou seu desejo de ir em um, mas essas coisas não sou de programar, apenas deixo acontecer e nem que demore um pouco um dia acontece simplesmente.

Lembro de seus pedidos e pergunto se quer entrar no drive-in, antes de responder dou meia volta para olhar as "meninas" de perto, afinal essa será umas da nossas próximas fantasias, rs, como ela nada responde, passo apreciando a "paisagem" e entro no drive-in, afinal quem cala consente rss.

Paramos o carro em uma vaga, espero o rapaz vir receber o dinheiro, deixo os vidros abaixados propositalmente, abaixo o banco e deito por cima dela, começamos nos beijar, namorar, falando coisinhas gostosas no ouvido.

Me esfrego nela como se tivesse comendo-a, ela começa gemer baixinho, tiro sua blusa, chupo seus seios com força, enquanto tiro sua calça, sinto sua pele arrepiar, me dispo e começo a penetra-la devagar, sinto sua buceta melada, não sabia que ela sentia tanto tesão em transar em um carro, começo a penetra-la com mais força, seus gemidos são ouvidos longe.

Passo pra debaixo dela,ela senta no meu pau, sinto minha virilha e coxas se molharem, ela esta deliciosamente ensopada, meu tesão aumenta vendo sua silhueta a meia luz, o contorno de seus seios e seu corpo, seus cabelos loiros sobre seus rosto enquanto rebola deliciosamente em cima de mim.

As vezes reclama da dor nos joelhos por estar com eles no freio de mão, mas nada a faz parar, isso ate estimula ainda mais, não sei quantas vezes, ela goza, mas foram muitas, mesmo com um vento frio entrando pela janela, ela escorre de suor e geme de prazer, como fica linda sentindo prazer, aff.

Faço menção de pedir uma coca, ela não deixa, la vem ela com os 5 minutos de timidez, ficamos ali uns 1o minutos ela sentada no meu pau, impedindo que ligue os faróis pra chamar o rapaz, rs. dessa vez deixei pra la, mas na próxima, rss.

Perdemos a noção do tempo, tentamos nos vestir rápido, mas cade as roupas? rs, um sufoco acha las, mas enfim conseguimos sair vestidos de lá, com um desejo enorme de voltar, e já com mil idéias pela cabeça, aguardem, rs.