8 de set de 2009

Amor x fantasias

“Mas se podemos ter tudo em casa, amor e paixão, amor e desejo, amor e adrenalina, tanto melhor. é tão importante quanto amar.”


Retirei essa parte de um texto de Martha Medeiros postado no blog da minha esposa ( www.deusadokleiton.blogspot.com) por ser algo que sempre acreditei e sempre estranhei como algumas pessoas quando passam a amar, passam a ter uma enorme dificuldade de viverem suas fantasias com a pessoa amada, cria-se uma barreira até em quem se julgava liberal antes de se apaixonar, sejam eles homens ou mulheres.


Vivo no meio liberal há mais de 15 anos, e sempre desejei viver todas minhas fantasias ao lado da pessoa amada, ao contrario da grande maioria que quando não existe amor na relação topam fazer de tudo com uma namorada eventual ou uma amiga, mas quando a relação envolve amor é como se tudo aquilo que se vivia fosse errado e não era digno de compartilhar com a pessoa amada.

Realizar fantasias é sempre prazeroso, realizá-las ao lado de quem se ama é muito mais intenso, cria-se uma cumplicidade entre o casal que é muito difícil de ver em uma relação baseada nas convenções da sociedade.

O casal passa a ter um dialogo mais franco, segredos passa a não existir, a fidelidade dará espaço para a lealdade, que penso ser muito mais difícil de alcançar em uma relação, já que a fidelidade existente às vezes só existe por falta de oportunidade, já a lealdade fica encravada na mente e no coração.

Às vezes essa mudança trata-se apenas de um pensamento machista como os já conhecidos... Isso não é coisa para uma mulher decente ou para a mãe dos meus filhos e muito menos para minha esposa.
Como se a mulher dependendo do seu grau de envolvimento com alguém não tivesse fantasias, desejos e taras e estivem prontas a realizá-las.

Outras vezes é apenas questão de insegurança, sejam por uma parte ou pela outra, ou seja, não existe uma completa confiança na relação em que vivem, ou na pessoa amada.

Por isso concordo em muito com o texto acima, se o desejo não caminha juntamente com o amor, restarão traições, magoas e um dia restará apenas amizade e muitas vezes nem isso e uma vida frustrada por não ter vivido o que se deseja em virtude das inseguranças de um amor ou de amar alguém.

5 comentários:

[ rod ] ® disse...

Cego quem não enxerga o desejo com algo vivo num relacionamento. As convenções são sempre autoritárias sob o amor... ele vive em liberdade... e se satisfaz desafiando os preceitos.

Abs meu caro,







dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Deusa disse...

Não é somente respirar o amor em liberdade..

É viver a liberdade de amar lado a lado..onde fantasias, desejos sejam a comunhão do pensamento não algo individual..
Compartilhar..sonhar junto viver juntos a leveza de viver a vida do seu lado..

Somos assim..caminhando acertando...as vezes errando..mas sempre colocando em primeiro plano Nós...Nossos desejos..nossas fantasias..E não os outros..
Pq afinal de contas os Outros são outros é Só....


Beijos com muito Amor

Te amo cada dia mais...

Madame disse...

Adorei o relato acima da sua Deusa.
Isso que importa - Nada mais!
Lindo o amor de vcs viu?

sumi mas voltei. mordidas!

josie disse...

Passando para um oi! saudade viu moço!

Deusa Circe disse...

Combinemos! Vcs foram feitos um pro outro. Delícia isso!!!

Klê, vc sumiu... sei que vive o mel que a lua cheia em forma de Deusa pode oferecer, mas não suma tanto tempo! Nem vc e nem ela.

:))

Bjs!!!